Portuguese Afrikaans Arabic Chinese (Traditional) Dutch English Filipino French German Hindi Hungarian Indonesian Italian Japanese Korean Malay Polish Russian Spanish Swedish Thai Vietnamese

JAPAN FLAGCHINA FLAG

Submarino ARA San Juan desaparecimento - presságio de Jucelino Luz

Presságios de um desaparecimento de Submarino  na Argentina

O submarino fazia o trajeto entre Ushuaia, na Patagônia, no extremo sul do continente, à base naval de Mar del Plata, ao norte. Ele se comunicou pela última vez na quarta-feira, quando estava a 432 km do ponto de partida da viagem.

O porta-voz da Marinha argentina, Enrique Balbi, afirmou em entrevistas  que ainda há oxigênio e comida para a tripulação. Segundo ele, a embarcação tinha provisões para 15 dias e pode estar tanto na superfície quanto submersa, com ou sem propulsão. O submarino iniciou sua viagem na segunda-feira, dia 13.

Como é  sobreviver  dentro de um submarino?

No dia 18 de Novembro , o Ministério da Defesa argentino informou que foram detectadas sete tentativas de chamada por satélite que poderiam ser do submarino, porém no dia 20 de novembro nada foi confirmado .

Carta abaixo , preservada com tarja  vermelha , as  informações privadas : 

 

submarino

 E nas predições avisava que havería de ter  corrupção  e desvio de recurso, sendo que não seria feito uma manutenção adequada naquele Submarino  e que ia colocar  em risco  a vida  da tripulação  daquele Submarino  e de que um dia  poderia explodir  e matar todas as pessoas , se nada fosse feito em tempo .

O Brasil enviou três navios da Marinha brasileira e disponibilizou  aviões da Força Aérea Brasileira para as buscas. Os Estados Unidos e o Reino Unido, além de Chile, Peru e Uruguai, também ajudam nas buscas.

De origem alemã, o ARA San Juan é um dos três submarinos que a Marinha argentina tem e foi incorporado à frota do país em 1985.

Jucelino Luz ,  mandou para as autoridades da Argentina, informações sobre o desaparecimento daquele submarino – veja  cópia parcial  da carta que foi enviada dia 08 de Novembro  de 2017  e nela contém informações da possibilidade da localização do Submarino desaparecido.E que poderia  ter problemas  elétricos, uma possibilidade de pequena explosão,etc

Todos nós , oramos para que nada de mal tenha acontecido com aquela tripulação  e sabemos que de agora  em diante ,  o tempo é o pior  inimigo dessa busca  e quanto antes , as autoridades terão que agir  para localização desse submarino.

Que Deus Abençoe  a todos

Mario Ronco Filho    –   jornalista