Portuguese Afrikaans Arabic Chinese (Traditional) Dutch English Filipino French German Hindi Hungarian Indonesian Italian Japanese Korean Malay Polish Russian Spanish Swedish Thai Vietnamese

JAPAN FLAGCHINA FLAG

A mulher do ano no Brasil, é Heley de Abreu Silva Batista

A mulher  do ano no  Brasil,  é  Heley de Abreu Silva Batista

O prêmio mais importante do Brasil  e do mundo , aliás  o, Prêmio Nobel,  Grammy  e   Oscar   nem chega perto dessa escolha .

 

Não depende da categoria em que se envolve. Para você ser a mulher do ano da sua família, você tem que cuidar dos seus, tem que ser a líder, a heroína. Para você ser a mulher do ano no Brasil  e do mundo  , você precisa se destacar em algo muito valioso para a humanidade , não é apenas o simples rosto, glamour , poder, status, ou ser uma atriz, cantora, jornalista, apresentadora. Aqui não se conta ego, poder ; estrelato, não é escolha de superstar – ou seja, vai muito mais além do que esses quesitos de nossa Sociedade.  É um ano inteiro que tem essa avaliação. Você precisa sempre que seu trabalho se sobressaia”, disse  Jucelino Luz  sobre o que é preciso para se tornar “a mulher do ano  no Brasil ” em entrevista a Mario Ronco Filho jornalista .

Considerada “heroína” em Janaúba, não somente por lá ,a professora Heley de Abreu Silva Batista, de 43 anos, morreu após tirar crianças do salão em chamas e lutar com o vigilante Damião Soares dos Santos, de 50, na manhã de quinta-feira, 5  de outubro  de 2017 , na creche Gente Inocente, em Minas Gerais. Ela teve 90% do corpo queimado, que foi velado no dia   6  de outubro de 2017 , com caixão fechado.

Segundo familiares, Heley já havia perdido o filho mais velho, afogado na piscina de um clube, há cerca de dez anos. Ela deixou outros três filhos, um bebê de um ano e dois adolescentes, além do marido.

Com 90% do corpo queimado, a professora Heley foi velada com caixão fechado .

“Ela amava todas as crianças como se fossem filhas delas”, disse a professora   a  imprensa  local  ,Doralice de Abreu, de 65 anos. “Foi uma heroína. Nossa família é de professores e, quando assumimos uma sala de aula, damos a vida pelos alunos, no sentido figurado. Ela deu, de fato.”

Heley de Abreu Silva Batista  é  aqui homenageado por nós, como a  verdadeira   e única , a representar  todas aquelas mulheres  que tiveram algum tipo  de abuso, de uma esperança de  um Brasil melhor, da falta  de  cuidado por parte de nossas autoridades, e de mais compromisso  da Justiça brasileira  e  de Políticos ,essa sim, que deveria ter reconhecimento  da imprensa Nacional , como  a mulher do ano  de 2017

Que  deixou outros três filhos, um bebê de um ano e dois adolescentes, além do marido.

Segundo testemunhas, naquela cidade de Minas Gerais ,Heley tentava socorrer as crianças em meio ao incêndio, sem pensar no pior ,apenas penando apenas em salvar vidas humanas , quando percebeu que o vigilante estava retornando ao local, com mais combustível. A professora, então, tentou impedir o criminoso de todas as formas .

“Pelo que circulava na internet , o autor  dizia : ‘Se não quiser que as crianças morram, então vai morrer eu e você’. Depois, segurou ela e os dois queimaram”, afirmou uma das testemunhas. Uma pena que a Cultura brasileira e de alguns países no mundo, ainda não aprenderam  a valorizar essas coisas .

Portanto, acredito que todos brasileiros  irão nos , prestigiar  e honrar com nossa escolha  que a mulher  do ano  para todos nós  é :  Heley de Abreu Silva Batista  – a melhor  desse ano  de 2017 .

 

Mario Ronco Filho  – jornalista