Portuguese Afrikaans Arabic Chinese (Traditional) Dutch English Filipino French German Hindi Hungarian Indonesian Italian Japanese Korean Malay Polish Russian Spanish Swedish Thai Vietnamese

JAPAN FLAGCHINA FLAG

Acidentes aéreos futuros no Brasil e no mundo, por Jucelino Luz

Acidentes aéreos futuros  no Brasil  e no mundo , por Jucelino Luz 

As  estatísticas preliminares sobre acidentes aéreos neste ano 2017 . São muitos poucos acidentes  em todo o mundo  com vítimas  fatais  , nos voos comerciais, apenas com um aumento  acentuado em pequenos voos .  Em 2017  está qualificando-se como o  terceiro ano  mais seguro  na história  da aviação comercial . 

De acordo com o banco de dados da página, foram registrados cerca de 37 milhões de voos em 2017  e a taxa de acidentes fatais foi maior para aviões de pequeno porte

“Desde 1997, o número médio de acidentes na aviação tem registrado declínio constante e persistente, graças em parte aos esforços contínuos das organizações internacionais de aviação”   sugere  representantes de organizações internacionais  em, entrevistas. Aos meios de comunicação brasileiro .

No Brasil  os  piores foram  da Gol  em 31/10/2006,,   da TAM  em 17/07/2007  , da Airfrance  em 31  de maio de 2009  e por último no ano de  30 /10/2016 foi justamente com o Avro RJ85 da companhia LaMia, que transportava a delegação do time de futebol Chapecoense, no final de novembro. A aeronave caiu próxima a Medellin, na Colômbia, após ficar sem combustível. A tragédia deixou 71 mortos.

No exterior  - acidentes  estranhos  e  com tendência de terrorismo

 

O número de acidentes inclui dois casos prováveis de terrorismo. Autoridades do Egito declararam que encontraram vestígios de explosivos após o acidente do Airbus A320 da EgyptAir, que caiu no Mar Mediterrâneo em maio. Mais cedo, em fevereiro, um passageiro morreu quando uma bomba detonou na cabine de um A321, na Somália. E alguns casos não serão divulgados , por questão jurídica , mas temos em torno   de duas quedas de avião comercial para 2018   e  três para 2019 ( internacional) 

Tendências  e possibilidades  de   acidentes 

 

Como apontou Jucelino Luz , nos últimos cinco anos houve uma forte diminuição nos acidentes ocorridos durante as fases de aproximação e aterrissagem do voo. Nesse período, um a cada três acidentes ocorreu durante as etapas citadas.

Em contrapartida, a tendência de acidentes nas fases de cruzeiro e descido subiram 47% nos últimos cinco anos.

A estatística apresentada por Jucelino Luz   sobre o desempenho de 2017 ,agora cita  o aumento de  acidentes com aviões privados ou militares. Incluindo esses segmentos, que também são compilados pela rede, o número de acidentes poderá subir ainda mais . O problema está  em problemas de manutenção , reposição de peças de má qualidade, erro humano  , questões climáticas  e uma redução na fiscalização de um modo geral.

Prefeito Colniza Fotor 1

Na carta  o  orientador espiritual  , aponta possíveis quatro acidentes aéreos , sendo três de pequeno porte  e um  voo comercial  - carta de 15 de Novembro de 2017.

Prefeito Colniza 2

Em carta enviada , Jucelino Luz,  aponta para um possível acidente  aéreo  que poderá ser evitado  se  adiantar ou atrasar o horário daquele voo . Onde os responsáveis já receberam os alertas dessa missiva aqui exposta.

Mário Ronco Filho  - jornalista