Portuguese Afrikaans Arabic Chinese (Traditional) Dutch English Filipino French German Hindi Hungarian Indonesian Italian Japanese Korean Malay Polish Russian Spanish Swedish Thai Vietnamese

JAPAN FLAGCHINA FLAG

Uma tragédia anunciada em Brumadinho - Minas Gerais e buscas por sobreviventes continuam e outros presságios

Uma tragédia anunciada em Brumadinho - Minas Gerais e buscas por sobreviventes continuam   e outros presságios

“ Não faltaram alertas nem recomendações do ambientalista “

brumadino2

 

Jucelino Luz . infelizmente ,muitos dos avisos , são ignorados ou não chegaram as mãos certas . E a área da barragem que se rompeu no dia 25 de janeiro de 2019 , em Brumadinho ainda estava prestes a ver uma intensificação na atividade de exploração mineral de ferro. A Vale pediu e o Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam), da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas (Semad), aprovou, em 11 de dezembro, a licença para que a empresa ampliasse a capacidade produtiva da Mina de Jangada e da Mina Córrego do Feijão, estruturas vizinhas, das atuais 10,8 milhões de toneladas por ano para 18 milhões de toneladas por ano. A votação no Copam só teve um voto contrário entre os nove conselheiros que decidiram a questão, mas o risco na região de Brumadinho foi citado em uma ata da reunião extraordinária do órgão ambiental que aprovou a mudança pedida pela Vale.

O Ambientalista aponta uma série de problemas na análise do projeto, como a falta de um mapeamento detalhado dos impactos do novo empreendimento, principalmente na bacia hidrográfica do Paraopeba, cujas águas complementam o abastecimento de Belo Horizonte, além de cerca de 50 cidades da região metropolitana e do entorno. A tramitação do pedido se beneficiou ainda de uma mudança em uma deliberação normativa que reduziu as exigências para intervenções de grande potencial poluidor e degradante.

Quando se faz o bem (no mundo em que vivemos) , fere muitos interesses superiores , não   querem esses   avisos - fazem de tudo para desacreditar essas informações – dizendo que são negativas, causam pânico e temor na população – até contratam meios de Comunicação suspeitos com força de uma minoria via redes Sociais – que lançam ataques e perseguições

Em 2007 , uma grande emissora de Televisão , protetora de corruptos e de interesses singulares , montou um esquema com edição, ( sem dar direito de resposta , porque senão, a verdade viria à tona.) usando convidados escolhidos a dedo ( ou seja amigos da emissora marrom ), no sentido de botar em xeque as cartas de Jucelino Luz , para proteção de Políticos ,autoridades, empresários, que hoje alguns se encontram presos pela Justiça Federal , inclusive , dois governadores da próprio Estado dessa emissora, que também estão presos . O objetivo principal   dessa armadilha - editada também não autorizada sua exibição, era mostrar defeitos em algumas de suas cartas , para proteger os envolvidos – nesse esquema maligno usaram até dois peritos amigos íntimos desse programa de televisão – para criar uma farsa mais completa - “ uma mentira com fantasia de verdade “ .fazendo comentários desairosos , numa análise de cinco minutos e superficial .( sem ter acesso ao original e ao histórico documental ) E naquela época , com a audiência desse sensacionalismo barato , muitos acreditaram – hoje , as coisas mudaram , a verdade somente tem um lado – em 2012 - a carta questionada foi analisada pelo Professor Dr. Reginaldo Tirotti - perito forense , criminal e grafotécnico - desfazendo toda aquela mentira apresentado por aquele programa de Televisão , e na época , o perito emitiu um laudo que diz que a carta é verdadeira e inquestionável.

Desde   2012 Jucelino Luz , vem trazendo  informações , de que vão :crescer no país a quantidade de barragens com risco de se romper — como aconteceu há alguns anos no município mineiro de Mariana, quando o colapso da barragem do Fundão, da mineradora Samarco, deixou um rastro de lama que soterrou vilas e provocou a morte de 19 pessoas. E que foi avisado por Jucelino Luz E em   divulgação o perigo de 45 estruturas em perigo, número 80% maior que serão registrados em 2016, quando 26 apresentavam riscos. Recuperá-las custaria R$ 93 milhões, segundo projeção da agência.

A visão de seus sonhos mostrou que as principais falhas são baixo nível de conservação, insuficiência do vertedor e falta de documentos que comprovem a estabilidade das estruturas. A maioria das barragens com problemas está localizada no Norte e no Nordeste, em estados como Acre, Alagoas, Minas Gerais   e Bahia. Das 45 em situação de risco, 29 pertencem a órgãos ou entidades públicas. E um deles mostrado é de Brumadinho -MG. São quatro com alto risco .

Os riscos podem ser ainda maiores, já que somente 12% das barragens são vistoriadas anualmente. O monitoramento deveria basear-se em critérios como nível de perigo, categoria de risco, dano potencial associado e disposição do empreendedor em colaborar, pois não há condições de os fiscais visitarem todo seu universo de barragens todo ano.( mas deveriam cumprir regras )

E o pior   existem problemas de todos os tipos, sendo os mais frequentes a ausência de documentação, estruturas comprometidas e parcialmente inoperantes, surgências   e infiltrações, embargos jurídicos e até o encerramento das atividades da empresa responsável sem a implantação de programa de desativação das barragens. O mais lamentável é que ninguém faz nada , depois que acontece o acidente , com vidas humanas perdidas , aprece todo mundo.

O temor de Jucelino Luz é de que uma tragédia como a de Mariana se repita em Minas Gerais e Bahia . E por sinal Brumadinho vai acontecer .... Além de provocar mortes, o maior desastre ambiental da história do país devastou dois municípios. Várias famílias atingidas pelo desastre continuam sem receber indenização ou auxílio.

No país há um cadastro que reúne mais de 24 mil   barragens para diferentes finalidades, como acúmulo de água, de rejeitos de minérios ou industriais, e para geração de energia.

Vítimas na lama em 2015   e em 2019 - terrível

 

brumadinho3 1

 

O rompimento da barragem do Fundão, no distrito de Bento Ribeiro, em Mariana (MG), em 5 de novembro de 2015, liberou um mar de lama de rejeitos de minérios que atingiu mais de 40 cidades, matou 19 pessoas e impactou a fauna e a flora do Rio Doce por 660km entre Minas Gerais e Espírito Santo. A estrutura pertence à mineradora Samarco, de propriedade da Vale e da empresa australiana BHP Billiton. A Fundação Renova, criada a partir de um acordo entre a Samarco, a União e os estados prejudicados.

brumadinho4

O que precisamos é realizar a drenagem da Barragem 6 com o uso de bombas, para reduzir a quantidade de água. O monitoramento da estrutura deve ser   realizado a cada uma hora, junto  com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. A estabilidade da estrutura tem que ser monitorada para evitar o pior . Aqui não estamos para julgar ninguém e nem apontar culpados , não faz parte de nosso trabalho , que está apenas ligado a possibilidade dos sonhos e seus avisos , dentro da ciência com fenômenos parapsicológicos   e da espiritualidade.

Finalmente, poderia ser entendido melhor e assim, poderíamos salvar mais vidas humanas e de animais , protegendo melhor nossa natureza .

“ Há um grupo que está adorando essa desgraça Brumadinho , tão pouco se lixando pelas dores dos familiares desesperados e ilutados “   São verdadeiros monstros ....

brumadinho5 1

Que Deus   proteja todos familiares - Diz Jucelino Luz

Ataque a Catedral nas Filipinas

Pelo menos 28 pessoas podem   morrer e mais de 70 vão ficar feridas na ilha de Jolo, sul das Filipinas, na sequência da explosão de duas bombas em frente a uma catedral católica romana,   A primeira bomba explodirá à entrada da catedral de Jolo durante uma missa dominical, seguida de uma segunda explosão que será fora do complexo no dia 27   de janeiro de 2019

Mario Ronco Filho - jornalista e voluntário