ptafarzh-TWnlentlfrdehihuiditjakomsplruessvthvi

JAPAN FLAGCHINA FLAG

Presidente  da República  Jair  Messias  Bolsonaro, toma medidas   contra  decretos  estaduais  e municipais  que visam  mais uma vez,  parar  o Brasil .

Presidente  da República  Jair  Messias  Bolsonaro, toma medidas   contra  decretos  estaduais  e municipais  que visam  mais uma vez,  parar  o Brasil .

Águas de Lindóia , 26 de  maio  de 2021

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra os decretos estaduais e municipais que preveem lockdown e toques de recolher em razão da pandemia da covid-19. O presidente pede que sejam declaradas inconstitucionais as medidas de governadores e prefeitos.

Bruno Covas

A ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) foi apresentada pela AGU (Advocacia-Geral da União), entidade que representa juridicamente o presidente e servidores federais. A ação é assinada por Bolsonaro e pelo advogado-geral da União, André Mendonça.

De acordo com a   nota, a AGU afirma que Bolsonaro não está questionando decisões anteriores do STF, que reconheceu direito de governadores e prefeitos decretarem medidas sanitárias de restrição ao deslocamento, mas sim que “algumas dessas medidas não se compatibilizam com preceitos constitucionais legais.

Bruno Covas2

A AGU diz ainda que a intenção da ação é invalidar juridicamente esses decretos, mas, também, que sejam considerados “os devastadores efeitos que medidas extremas e prolongadas trazem para a subsistência das pessoas, para a educação, para as relações familiares e sociais, e para a própria saúde – física e emocional – da população”.

Ficamos  mais de um ano  trancados  em casa,  o engraçado  que o vírus  não  diminui  nada, mesmo  aplicando  tais  vacinas .

Bruno Covas3

Lisa Shaw, apresentadora da BBC Radio Newcastle, poderá  ser mais  uma vítima e  com risco grande  de morrer   em maio de 2021 . Ela vai tomar  a vacina da Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19, poderá  ter  coágulos sanguíneos e não resistirá   Haveremos de ter   um grande  risco de reações graves ao imunizante , mesmo  que será  considerado  raro  , poderá  matar muitas  pessoas . Não  apenas esses , mais  todos  que vão surgir  entre 2021  à  2022.

E  conforme  estamos  observando, estão  pressionando  a ANVISA , para  aprovar testes  em humanos  com  novas vacinas . .  -  nada  temos  contra vacinação, mas querer  obrigar  as pessoas , a tomarem,  fere  a  carta  magna dos  direitos  humanos  , bem como  , obrigar  a pessoa  ficar em casa,  fere nossa  Constituição  Federal   de 1988  , o direito  de ir  e vir  . 

Bruno Covas4

Por  outro  lado,  devemos  entender que decreto  não  pode  e nem deve  substituir  a Constituição  Federal  , que  a nossa  verdadeira  garantia  legal.

Extremos  vem acontecendo  em alguns países , que chegam  até  oferecer  prêmios  para  quem tomar a vacina  .

Prof,  Jucelino Luz  - pesquisador , influenciador  e orientador  espiritual