ptafarzh-TWnlentlfrdehihuiditjakomsplruessvthvi

JAPAN FLAGCHINA FLAG

A  Censura   contra  à  população    sobre a verdade  do   COVID19

A  Censura   contra  à  população    sobre a verdade  do   COVID19

 

Em  defesa da população  mundial  -  carta  aberta!

Nos últimos  dez  meses, uma série de decisões e encontros  secretos (alguns Públicos) entre autoridades, decretos  suspeitos,  mídia, governantes  mundiais, com acordos ainda não  compreendidos,  amordaçou à população, especialistas, médicos   e outros órgãos são  censurados  pelos veículos, Facebook,  Instagram , YouTube e outros, ou seja, ‘internet’  "censurada  por  Redes Sociais” após ações movidas por alguns integrantes da classe política, grande mídia, autoridades  dos  defensores  do   Covid19   O caso mais recente envolveu a   palavra do médico  Alexandro Loyola, de exibir suas  palavras  ou posicionamento sobre  o que vem acontecendo  no Sistema  da Saúde, os  trechos  serão  colocados  abaixo  de seu alerta à  população.  Isso  incomoda os militantes  em favor   vírus.  Trata-se de um caso de censura prévia, vedada pela Constituição Federal. Alguns dias antes,  fiz o teste  tentando colocar  esse  vídeo no  Instagram,  o vídeo não foi aceite  sob alegação de“ inverdades” que são contra  regras  da comunidade  -  fica a dúvida  o que  está certo ou errado sobre  Covid19?  - qual  será  a verdadeira intenção  dessa  Censura?  - será  que  o caminho   da vacina  que está  certo, que o vírus  está correto  ou que  o excesso  de zelo por  parte dos  defensores do vírus  formam um grupo  dos  intelectos da omissão da verdade!?  -  Para  que  pudesse ser   retirado  do ar uma série de reportagens sobre a outra face do Coronavírus  precisaríamos  ter uma justificativa lógica  e correta. Do qual, a alegada  pela Rede Social,  não  soou  muito  bem,  percebemos  que alguém  ou grupos  envolvendo  algumas autoridades,  mídia  e  governantes,  estão por trás disso, ou mesmo,  envolvidos  em um  acordo  secreto  -  cujo  foge dos interesses  populares.  Não  é à-toa, que muitos  políticos  estão calados,  governantes  fazendo “marketing”  da vacina, e  autoridades  fingindo  que nada  veem.  Em um contexto no qual o proposito  se tornou  uma guerra  política  contra  o presidente Jair Bolsonaro, que  ao invés  de  tomar providências jurídicas  fica  retrucando  veículos de imprensa e  jornalistas da grande  mídia  marrom, que nada  tem mostrado de útil.   Essa  mídia  que perde um grande  tempo, criticando  seu  gerenciamento ou que abordam assuntos  sem interesse  público, não  mostram  os crimes  violentos  que estão acontecendo  no país, a destruição do meio ambiente, a pobreza do povo, a falta  de educação, a falta de saúde, os roubos  cometidos aos  cofres públicos  a mais  de 40 anos, dando  atenção (sem generalizar) a uma grande  quadrilha  que assaltou e assalta os cofres Públicos, esbanjando do dinheiro público  com mordomias, salários fora  do padrão, sem projetos  bons  para  a população, além da necessidade de projetos  securitária  Pública – ao invés disso, ficam achando argumentos esfarrapados  contra  os policiais, que ganham  muito pouco, não  tem condições adequadas de trabalho, que mereciam  mais respeito da Sociedade, os  únicos  que realmente  prendem  bandidos -  infelizmente, soltos  por uma minoria  autoridades  superiores cujo ao invés disso, deveriam dar exemplos.    Os especialistas alertam para um clima de “degradação” do ambiente de liberdade de expressão e de imprensa no país.

A  liberdade de expressão e pensamento tanto reclamada, expressada e falada por jornalistas, se apagou, ficaram todos  quietos   quando  chegou  na vez do povo?  - Por que  será? 

Quando uma reportagem é barrada por grupos Sociais  antes mesmo de ter sido publicada, “quem perde é a sociedade. A censura prévia é sempre uma violação da liberdade de expressão e imprensa”, é  tentar dominar  e calar o povo, afirma Jucelino Luz  Ele destaca que, nos casos mencionados, ocorre ainda um “prejuízo de informações de interesse público, quando  se trata de algo tão  importante como  COVID19, que ao serem ocultadas deixam a sociedade sem acesso a fatos fundamentais para monitorar atividades de um governante, empresas, laboratórios, lobistas,  ou representante público”. No caso  onde se ouvido apenas um lado da história, não  pode ser traduzido  como verdade  -  por exemplo, se a população, especialista ligado à  saúde Pública, não são permitidos a darem suas opiniões  sobre  o Coronavírus, ficou muito  claro,  que  estão  tentando dominar, controlar, a fala  da verdade  sobre Covid19, implantando através  da mídia marrom e governantes associados, o medo, pavor, obrigando, todos os cidadãos a tomar  uma vacina  que não tem comprovação  científica de sua eficácia  e comprovação  de que é  segura para  o uso  da população – ou seja, um sistema“ Ditatorial implantado no mundo”  Se no curto prazo a população fica sem informações relevantes, Jucelino  destaca também prejuízos no horizonte distante. “Essa, categoria de decisão degrada o ambiente público e a liberdade de expressão de uma maneira geral. Se não é revertida em instâncias superiores, mesmo a longo a prazo, isso tem um efeito ruim”, afirma. Ele diz que geralmente nestes casos o Supremo Tribunal Federal  não  poderia  se politizar  ou tendência justa e correta seria  a derrubar as decisões de primeira instância de censura prévia contra todo cidadão por  parte dessas redes Sociais  - que  estão escutando apenas um lado – portanto, isso, é censura  a verdade. Levando  nos, a crer que há  muitas mentiras por trás  do Covid19 – “tsunamis”  e cepas  criadas  por  uma minoria  que ganha milhões com a desgraça alheia.

Estes movimentos de  grandes redes Sociais e de parte do  Judiciário contra  o povo brasileiro precisa ser entendidos em um contexto maior, de “judicialização da política no Brasil”,   e de alguns países, afirma Jucelino Luz,“É um fenômeno mundial, e tem atingido temas sensíveis para os valores democráticos”, diz. Para o visionário e orientador espiritual, “a judicialização da política nunca deve ser comemorada, pois, ela é sintoma de anomalia no sistema político: ou ele não está funcionando direito, ou está com problemas de legitimidade”. Ele cita como um dos primeiros casos deste movimento as decisões jurídicas que obrigavam o poder público a fornecer medicamentos para tratamento do HIV. “Começou como garantia de direitos —o que já aponta anomalia do sistema, uma vez que os Governos deveriam garantir estes remédios para a população fora dos tribunais—, e se espalhou para praticamente todas as esferas”, diz. “Por isso nosso sistema democrático tem um tribunal constitucional: para que ele dê uma basta quando entender que a Constituição foi desrespeitada”, conclui.

Sobretudo, é obrigação do Estado  a  proteção de seu  cidadão  e  da justiça à  garantia de seus  direitos legais.

Mas nem sempre o STF age com a velocidade esperada, às vezes, politiza  suas  decisões -  um órgão importante que deveria  ser  independente, não  poderia ter poder absoluto.  Na ocupação  de um cargo naquele Tribunal Superior,  deveria ser  apenas  por   concurso Público  e/ou   por tempo de serviço.

Há uma  existência de  “pluralidade do Judiciário”, o que ajudaria a deixar os casos de censura prévia restrita a uma parcela menor de juízes

Censura ao Povo  jamais  é comentada por jornalistas da grande mídia marrom.

 A “internet””  é um marco civil  que  ajuda  a comunicação da população, portanto, não deixe  alguns governantes mal-intencionados amordaçar  você  de sua liberdade de expressão  e pensamento...”

A verdade não  tem duas  versões, quando  essa  surgir, o povo  vai  se revoltar contra  governantes, uma minoria  vestidos de justiça  e  contra  grupos organizados  que saqueiam todos os anos,  os cofres públicos usufruindo da desgraça  alheia.

Prof. Jucelino  Nobrega da Luz

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Censorship against the population on the truth of COVID19

In defense of the world population - open letter

In the last ten months, a series of decisions and secret meetings (some Publics) between authorities, suspicious decrees, media, world governments, with agreements not yet understood, have gagged the population, specialists, doctors, and other bodies are censored by the vehicles, Facebook, Instagram, YouTube, and others, in other words, 'internet' "censored by Social Networks” after actions brought by some members of the political class, the mainstream media, authorities of Covid supporters19 The most recent case involved the word of doctor Alessandro Loiola, to show your words or positioning about what is happening in the Health System, the excerpts will be placed below your alert to the population. This bothers militants in favor of viruses. This is a case of prior censorship, prohibited by the Federal Constitution. before I did the test trying to put this video on Instagram, the video was not accepted due to “untruths” allegations and are against community rules - the question remains what is right or wrong about Covid19? - what will be the real intention of this Censorship? - is the vaccine path that is right, that the virus is correct or that excessive zeal on the part of defenders of the virus forms a group of intellects of omission of the truth !? - In order for a series of reports on the other side of the Coronavirus to be removed from the air, we would need to have a logical and correct justification. Of which, the alleged by the Social Network, did not sound very well, we realized that someone or groups involving some authorities, media and government, are behind this, or even, involved in a secret agreement - whose escape from popular interests. It is no coincidence that many politicians are silent, government officials “marketing” the vaccine, and authorities pretending that they see nothing. In a context in which the purpose has become a political war against President Jair Bolsonaro, who instead of taking legal action is portraying press vehicles and journalists from the mainstream brown media, which has shown nothing useful. This media that wastes a lot of time, criticizing its management or dealing with matters of no public interest, does not show the violent crimes that are happening in the country, the destruction of the environment, the poverty of the people, the lack of education, the lack of health, thefts committed to public coffers more than 40 years ago, paying attention (without generalizing) to a large gang that assaulted and robbed the public coffers, squandering public money with perks, non-standard wages, without good projects for the population, in addition to the need for public security projects - instead, they find ragged arguments against the police, who earn very little, do not have adequate working conditions, which deserve more respect from the Society, the only ones who really arrest bandits - unfortunately, released by a minority senior officials whose examples should instead be given examples. Experts warn of a climate of "degradation" in the environment of freedom of expression and the press in the country.

Did the freedom of expression and thought so much demanded, expressed, and spoken by journalists, disappeared, were they all quiet when it came to the people's turn? - I wonder why?

When a report is blocked by social groups even before it has been published, “society loses. Prior censorship is always a violation of freedom of expression and the press ", is trying to dominate and silence the people, says Jucelino Luz. He points out that, in the cases mentioned, there is still a" loss of information of public interest, when it comes to something as important as COVID19, that when hidden, they leave society without access to fundamental facts to monitor the activities of a government official, companies, laboratories, lobbyists, or public representative ”. In the case where only one side of the story is heard, it cannot be translated as true - for example, if the population, a specialist linked to Public Health, is not allowed to give their opinions on the Coronavirus, it became very clear that they are trying to dominate, controlling, telling the truth about Covid19, implanting through the brown media and associated rulers, fear, awe, forcing all citizens to take a vaccine that has no scientific proof of its effectiveness and proof that it is safe for use of the population - that is, a “Dictatorial system implanted in the world” If in the short term the population is left without relevant information, Jucelino also highlights losses in the distant horizon. “This category of decision degrades the public environment and freedom of expression in general.

If it is not reversed in higher levels, even in the long term, it has a bad effect ”, he says. He says that generally in these cases the Supreme Court could not politicize or a just and correct tendency would be to overturn the first instance decisions of prior censorship against every citizen on the part of these Social networks - who are only listening to one side - therefore, this, it is censorship of the truth. Leading us to believe that there are many lies behind Covid19 - “tsunamis” and strains created by a minority that makes millions with the misfortune of others.

Attention  !  "Brown media ( it is called in the Portuguese  language ) means in English: yellow press"

These movements of large social networks and part of the Judiciary against the Brazilian people need to be understood in a larger context, of “judicialization of politics in Brazil”, and of some countries, says Jucelino Luz, “It is a worldwide phenomenon, and it has reached sensitive issues for democratic values ​​”, he says. For the visionary and spiritual advisor, "the judicialization of politics must never be celebrated because it is a symptom of an anomaly in the political system: either it is not working properly, or it is having problems of legitimacy". He cites as one of the first cases of this movement the legal decisions that obliged the public power to supply medicines for the treatment of HIV. "It started as a guarantee of rights - which already points to an anomaly in the system since governments should guarantee these remedies for the population outside the courts - and has spread to practically all spheres," he says. “That is why our democratic system has a constitutional court: for it to stop when it understands that the Constitution has been disrespected,” he concludes.

Above all, it is the obligation of the State to protect its citizens and justice to guarantee their legal rights.

But the STF does not always act with the expected speed, sometimes it politicizes its decisions - an important body that should be independent, could not have absolute power. When occupying a position at that Superior Court, it should only be by public examination and/or length of service.

There is an existence of “plurality of the Judiciary”, which would help to leave the cases of prior censorship restricted to a smaller number of judges

Censorship of the People is never commented on by journalists from the mainstream brown media.

 The "internet" is a civil framework that helps the communication of the population, so do not let some malicious leaders muzzle you from their freedom of speech and thought ... "

The truth does not have two versions, when it appears, the people will revolt against rulers, a minority dressed injustice and against organized groups that plunder every year, the public coffers enjoying the misfortune of others.

Prof. Jucelino Nobrega da Luz

https://jucelinoluz.news/

www.jucelinodaluz.com.br

www.jucelinoluz.com.br

This  is something that  some of  them hide from people all over the world  -  Aqui  está  algo  que  eles  escondem  de toda população mundial :

https://scivisionpub.com/pdfs/covid19-rna-based-vaccines-and-the-risk-of-pri
on-disease-1503.pdf