ptafarzh-TWnlentlfrdehihuiditjakomsplruessvthvi

JAPAN FLAGCHINA FLAG

O que  os governantes  mundiais  não  estão conseguindo explicar  ? 

O que  os governantes  mundiais  não  estão conseguindo explicar  ? 

“  Não  temos   nada  haver  com questão  de divergências ideológicas   ou  políticas , movimentos negativistas    , grupos  relacionados  a conspiração  ,   mas  de saúde  Pública ...”

Em  todo  planeta   as  pessoas  que não tomaram  a vacina  , não podem  sair de casa, são proibidas  de participar  de eventos  ,  inclusive,  tirando  os direitos legais   de ir  e vir  , e assim por diante...

Não é  estranho ? 

As  pessoas  de boa saúde  ,não  têm como  transmitir  vírus  para  ninguém !   Não é  verdade  ? 

Então  , não   seria  o correto  que  as  pessoas  que estão  contaminadas   pelo  vírus  Covid19  ficassem  em  suas  casas  em tratamento ? 

Ou  controlar  a disseminação  através  das  pessoas  doentes ?

Fica  aqui meu alerta  para  toda  população  mundial  -   algo  está  muito  estranho !  Cuidado !

Dos  100%  atribuídos  como  mortes por Covid19  , apenas  , 40%  é   real  . O aumento  foi propiciado  por  decretos  Estaduais  e outros  fatores  .

O difícil  para   esses  mandatários  explicarem  como  pode  uma  pessoa  com saúde boa    ,  sem estar contaminado  colocar  em  risco a  coletividade ?   - O  que sabemos  é que todo vírus  precisa  de  um hospedeiro ,  se  essas  pessoas  contaminadas  forem  separadas , não  teremos  transmissão  !   E nem  propagação  desse  vírus  .

Querem  colocar  a população  em perigo  com essas  vacinas  experimentais  e emergenciais  -  sem estudos  comprovados , ou  seja  , criadas  em tempo Record, sem pesquisas  devidamente  realizadas  , sem estudos  prolongados ,no sentido de saber  os efeitos  e  segurança  -  um   caso  de crime  contra  a humanidade ! 

Não  somos  contra vacinas , no entanto, essa  é muito  suspeita !

“ Não  acreditamos   que esses governantes,   estão  recebendo essas vacinas  e nem seus  familiares ...”

Em meu  ponto de vista ,  não tem sentido  a dispensa  de empregados  que não  tomarem  a vacina , se o individuo  (trabalhador ) , não  estiver  contaminado -  não  se pode exigir  que o empregado use  algo  duvidoso ,desconhecido,  contra  sua  própria  vontade ,  sob   pena  de   abuso  de poder  , e medida  inconstitucional  -  porque  uma  pessoa  de  boa  saúde  , não  pode por em risco  a coletividade . Ao  contrário, quem  deve  ser  controlado  , é  a pessoa  contaminada  -  o que não vem sendo feito  por órgãos  da Saúde  ou  vigilância  Sanitária .

Para uma possível vacinação obrigatória, há alguns dispositivos que podem ser acionados dentro da legislação brasileira. Entre eles, o mais recente é a lei 13.979 de 2020,  não  sabemos o que deu no Presidente  atual  , quando  assinou  esse dispositivo ( contra ou a favor ? – ficou muito  estranho  , em suas  falas  que  prega contrariedade a vacinação   , fazendo ,  o contrário no  que  foi  expresso e  assinado  ) , na proposta pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada. Isso quando o mundo começava a entender a dimensão do novo coronavírus e seus efeitos, ainda em andamento .

Saúde coletiva X Liberdade individual

 

Mesmo que existam leis sobre as vacinas, a Constituição Brasileira, de 1998, não fala explicitamente sobre os imunizantes. Só que, como era de se esperar de uma constituição, o texto fundamental aborda direitos dos cidadãos que devem ser protegidos pelo estado. É o caso do artigo sexto da constituição que estabelece a saúde como um direito social. Já no artigo 196, há uma previsão que explicita que a saúde é direito de todos e dever do estado.

Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Todavia  , fica bem claro,  como  no caso  do Brasil ,  essas garantias  , são  ignoradas  por  aqueles  que detém  o poder, e  pode  ser questionadas  - em relação as  vacinas  ,  não está  bem claro , quais  dos poderes  ficará  a responsabilidade pelos efeitos  colaterais ?  Ou  se  é  responsabilidade dos laboratórios   -  e outro   dos argumentos que tem se levantado é a liberdade individual, da pessoa não querer se vacinar

Como exemplo :  -    “  seria  como  você  ter uma pessoa doente por um vírus  contagioso  em casa , ao invés , de mandá-lo  procurar  um médico , pede-se a   outro  membro da família gozando de plena saúde ,  que o faça ...”

Nesse  mesmo sentido   , é o que  está  acontecendo  com  a vacinação  experimental  e  emergencial  -  estão preocupados  em vacinar  , pessoas de boa saúde  -  ao  invés de  controlar, aqueles  que estão infectados !  

Ok! O que é necessário para a obrigação das vacinas?

Como já abordamos aqui, a vacinação contra a COVID-19 ou outras doenças pode ser obrigatória, mas essa obrigatoriedade precisa ser acompanhada de pré-requisitos fundamentais. "Primeiro vamos ter que ter uma segurança da vacina, a partir dos dados científicos publicados. Precisamos ter certeza que é uma vacina eficaz, ou seja, que ela produz anticorpos no nosso organismo e que esses anticorpos evitem a infecção pelo coronavírus", explica Jucelino Luz , sobre as etapas necessárias. O  que  se tem  certeza  , é  só  o individuo ( cidadão )   , fazer um teste  de imunidade , após  4  ou 6  meses da vacinação, saberá  da verdade , podendo  até , a pessoa lesada , entrar  com pedido de danos morais  e materiais  (  risco em sua saúde ) contra  aqueles que lhe obrigaram  a se vacinar  -  sem a devida preocupação  de sua proteção  ou   segurança  -  ou seja,  um crime contra a humanidade !

O  funcionário  que for obrigado  a vacinar,  deveria  pedir  um termo  de responsabilidade  ao  seu patrão  e consequentemente , para  aquele  que o obriga  a sujeitar a algo  totalmente  desconhecido  -  como é  a vacina experimental  e emergencial  do Covid19  -  ou seja, não  há  comprovação  satisfatória  da eficácia  , muito menos  da segurança  em humanos  até  a presente  data .

Quem  se apresenta como  garantidor  das vacinas ,   são  funcionários  desses  mesmos  governantes  e  autoridades  mundiais  -  e  sobretudo, muitos deles  , com  indícios  de serem  acionistas  do  fornecedor das vacinas (  laboratórios )

Sem outros assuntos a serem tratados nesse  momento , agradeço antecipadamente pela vossa atenção.



Respeitosamente,

Prof. Jucelino Nobrega da Luz - pesquisador , ambientalista e ativista

Clicar  no link   abaixo  para  saber  mais , podendo ajudar  e assinar  o abaixo  assinado : 

Quem serão os responsáveis pelos efeitos colaterais da vacina ? : Petição Pública Brasil (peticaopublica.com.br)

 

https://peticaopublica.com.br/?pi=BR121483

 

www.jucelinodaluz.com.br

Cuidado  !   Com  o sistema  que  aponta  insegurança (suspeita )  do  link  acima , muitas vezes, é  para  colocar medo  em você  , no sentido , que  não  fique sabendo da verdade !  

 

***********************************

 

What the world rulers are failing to explain ?

"We have nothing to do with the issue of ideological or political differences, negativist movements, conspiracy-related groups, but with public health ..."
All over the planet, people who have not taken the vaccine cannot leave their homes, are forbidden to participate in events, even taking away their legal rights to come and go, and so on...
Isn't it strange?
People in good health have no way to transmit viruses to anyone! Isn't that right?

So, wouldn't it be right if people who are infected with the Covid19 virus stayed at home and were treated?
Or to control the dissemination through sick people?

Here is my warning to the entire world population - something is very strange! Beware!
Of the 100% attributed as Covid19 deaths, only 40% are real. The increase was propitiated by state decrees and other factors.
It is difficult for those in charge to explain how a person in good health, without being contaminated, can put the community at risk? - What we know is that every virus needs a host, if these contaminated people are separated, we will not have transmission! And nor propagation of this virus.
They want to put the population in danger with these experimental and emergency vaccines - without proven studies, that is, created in Record time, without properly conducted research, without prolonged studies, in order to know the effects and safety - a case of crime against humanity!
We are not against vaccines, however, this one is very suspicious!
"We don't believe that these governors are receiving these vaccines, nor their families...".
In my point of view, it makes no sense to dismiss employees who do not take the vaccine, if the individual (worker) is not contaminated - one cannot demand that the employee use something doubtful, unknown, against his own will, under penalty of abuse of power, and unconstitutional measure - because a person in good health cannot put the community at risk. On the contrary, who should be controlled, is the contaminated person - what has not been done by Health or Sanitary Surveillance agencies.
For a possible mandatory vaccination, there are some devices that can be triggered within the Brazilian legislation. Among them, the most recent is law 13.979 of 2020, and we don't know what happened to the current President when he signed this device (for or against? - It was very strange in his speeches that preaches against vaccination, doing the opposite in what was expressed and signed.) In the proposal by the president of the republic, Jair Bolsonaro, approved by Congress and sanctioned. This when the world began to understand the extent of the new coronavirus and its effects, still in progress.
Collective health X Individual freedom
Even though there are laws about vaccines, the Brazilian Constitution of 1998 does not explicitly talk about immunizers. But, as expected from a constitution, the fundamental text addresses citizens' rights that must be protected by the state. This is the case of article six of the constitution, which establishes health as a social right. In article 196, there is a provision that explicitly states that health is everyone's right and the state's duty.

Art. 196. Health is a right of all and a duty of the state, guaranteed through social and economic policies that aim to reduce the risk of disease and other problems and the universal and equal access to actions and services for its promotion, protection, and recovery.

However, it is very clear, as in the case of Brazil, these guarantees are ignored by those who hold power, and can be questioned - in relation to vaccines, it is not clear, which of the powers will be responsible for the side effects? Or if it is the laboratories' responsibility - and another argument that has been raised is the individual freedom of not wanting to be vaccinated.
As an example : - It would be like having a person sick with a contagious virus at home, instead of sending them to a doctor, you ask another family member in good health to do it?
In that same sense , this is what is happening with experimental and emergency vaccination - they are concerned with vaccinating , people in good health - instead of controlling , those who are infected !

 

Ok! What is required for mandatory vaccinations?
As we've covered here, vaccination against COVID-19 or other diseases can be mandatory, but that mandatory nature needs to be accompanied by fundamental prerequisites. "First we will have to have a safety of the vaccine, from published scientific data. We need to be sure that it is an effective vaccine, that is, that it produces antibodies in our body and that these antibodies prevent the coronavirus infection", explains Jucelino Luz , about the necessary steps. What is certain, is only the individual (citizen), do an immunity test, after 4 or 6 months of vaccination, will know the truth, and may even, the injured person, enter with a request for moral damages and materials (risk to your health) against those who forced him to be vaccinated - without due concern for their protection or safety - that is, a crime against humanity!

The employee who is forced to be vaccinated should ask for a statement of responsibility from his employer, and consequently, for the one who forces him to submit to something totally unknown - such as the experimental and emergency vaccine from Covid19 - i.e., there is no satisfactory proof of efficacy, much less safety in humans to date.
Those who present themselves as guarantors of the vaccines are officials of those same world governments and authorities - and above all, many of them, with evidence of being shareholders of the vaccine supplier (laboratories).
With no other issues to be addressed at this time, I thank you in advance for your attention.

Respectfully,

Prof. Jucelino Nobrega da Luz - researcher, environmentalist and activist

 

Click on the link below to learn more and sign the petition:

 

www.jucelinodaluz.com.br

 

 

Beware! With the system that points out insecurity (suspicion) of the above link, many times, it is to put fear in you, in the sense, that you do not get to know the truth!